Blog

Cristãos são obrigados a se reunirem em casas no Vietnã.

Apesar da perseguição, os cristãos vietnamitas continuam a crescer em sua fé, a se envolver no trabalho pastoral e social e a realizar atividades de evangelismo que tem resultado em milhares de pessoas convertidas e batizadas.

“Espero que nesse período de Páscoa o governo local devolva a propriedade da nossa igreja”, disse um dos cristãos que frequenta a igreja “Precisamos dela para celebrar a missa e os cultos de oração”, completou ele em entrevista à Asia News. Aigreja se localiza na província de Kon Tum, planalto central do Vietnã.

O bispo local, Dom Michael Hoang, pregou com fervor, clamando aos moradores da província de Kon Tum para que atendessem ao seu pedido de acreditar em Deus, apesar de não terem onde se reunir. Ele disse: “Na verdade, estamos convencidos de que Deus vai devolver a nossa igreja”.

Durante a Páscoa, mais de 30 mil membros da igreja participaram de retiros, sacramentos e atividades cristãs organizadas pelos líderes da igreja.
Uma vez que a comunidade ainda não tem uma igreja, muitos moradores mostraram sua solidariedade e disponibilizaram suas casas para que acontecessem estudos bíblicos.

Como no passado, a Páscoa esse ano teve muitas pessoas batizadas. De acordo com informações, cerca de 5 mil pessoas se tornaram cristãs desde 2003.

Localizada na região central do Vietnã, a Diocese de Kon Tum tem uma área de 25 mil km². A área é muito pobre e tem uma economia subdesenvolvida. No entanto, é rica em conversões, prova que a igreja continua viva e ativa.

Fonte: Portas Abertas

Comente algo

Deixe uma resposta