Igreja Cristã Pentecostal - Portal Nacional

Tag: Vida Cristã

Constância

Constância

Olá irmãos e amigos,

Sejam bem-vindos a nossa reflexão de hoje!

Se você já é crente em Jesus, então sabe que a caminhada cristã não é nada fácil. Mas, também sabe que além da esperança que Cristo nos dá a respeito da vida eterna, existe o sobrenatural de Deus para hoje! Sim, você pode experimentar e viver diariamente o que a Bíblia chama de Manifestação do Espírito (I Co. 12:7). Mas, para chegar lá, é necessário ter CONSTÂNCIA!

Constância é um processo de algo contínuo, que é repetido diversas vezes, até que possa ser determinado como algo sólido que não se modifica, que se estabilizou. Ora, você não pode viver uma vida deliberada, desordenada e presunçosa, e em apenas um momento de oração, ou de leitura, ou de qualquer outra prática espiritual querer ver tudo diferente. Na vida cristã a constância precisa ser desenvolvida, para que se possa viver coisas maiores.

Se a sua prioridade, for o Reino de Deus, você verá as coisas do céu! Sabe, por quê? Porque crescemos e desenvolvemos naquilo que mais praticamos. Se exercito o meu corpo, terei maior resistência do que a pessoa que não pratica nenhuma atividade física. São escolhas! E aí, me diz: Quais são as suas? Quero abrir os seus olhos para a percepção de que tem mais de Deus, mas muitas vezes escolhemos não acessar esse mais. Por exemplo, você não vai para o inferno se faltar um culto, mas poderia receber mais de Deus se tivesse ido. E eu poderia dar muitos outros exemplos, mas creio que você já “sacou” a questão.

Agora, eu tenho duas mensagens, as duas são lindas e verdadeiras, mas muitos só vivem a primeira, veja:

1ª Mensagem: para todos os crentes
Creia que Jesus é o Filho de Deus, reconheça que é pecador e que precisa de um Salvador, e então receba Cristo como resgatador da sua alma confessando-o como Senhor e Salvador da sua vida. Pronto, está salvo! Essa é a garantia de ir para o céu.

2ª Mensagem: para os que querem mais de Deus
Para receber de Deus algo exclusivo e viver algo que ninguém viveu, é preciso fazer o que poucos estão fazendo. Separe-se, seja diferente, seja ousado, chame a atenção do Senhor. Daniel, foi um homem que recebeu interpretações de sonhos e visões da parte de Deus. Você gostaria de ver e saber essas coisas? Eu acredito que sim! Essa é umas das Manifestações do Espírito, mas não é para qualquer crente atoa não, é para crentes excelentes, diferenciados! Daniel tinha espírito de excelência, tudo o que este profeta realizava, dava certo! (Dn. 1:17) Não por ele ser o “preferidinho” de Deus, mas porque ele fez escolhas!
Ele escolheu se achegar mais a Deus, escolheu não se contaminar. (Dn. 1:8)

Se você chegou até aqui quero lhe lembrar 4 práticas da vida cristã que precisam ser constantes no seu dia-a-dia para que você possa ir além no sobrenatural de Deus!

1º CONSTÂNCIA NA ORAÇÃO
Você precisa orar, e não é só na hora de dormir não! Pense aí como é que se aprende a orar… pois é, praticando, ou seja, orando! Portanto, ore com vontade, mas ore sem também! Se dobre diante de Deus, de manhã, á tarde e á noite. Faça como Daniel que orava de contínuo á Deus, e veja a resposta de seu clamor chegando. (Dn. 6:10,22)
Quando oramos, nossos olhos espirituais são abertos, e podemos contemplar “O PLANO MAIOR DO PAI”.
De primeira, começamos a orar pelos nossos desejos, nossas necessidades, nossas lutas. Depois, com o tempo, o Espírito Santo vai nos conduzindo a orar pelos propósitos de uma outra pessoa, e a nossa necessidade fica descentralizada, começamos a viver o evangelho de Jesus. Esse crescimento nos leva a orar pela igreja, pelos Missionários no mundo, e pelos perdidos. Quando menos esperamos, já estamos visualizando o mundo espiritual, que se move através das Orações que temos feito, para cumprir a vontade de Deus. Lembre-se: Você é um agente do céu, movendo a terra!

2º CONSTÂNCIA NA LEITURA DA PALAVRA
Quem tem fome, precisa comer! (Jo. 6:5) Esse foi o entendimento de Jesus, diante de uma multidão faminta vindo em direção á Ele! Você olha para Jesus faminto? É nesse ponto que a Palavra de Deus vem.
Pense como um manual para todos os problemas e desafios. É como o Google, só que a mente brilhante não é uma tecnologia, é o próprio Deus, que criou o homem, e a sua inteligência.
Quando lemos a Bíblia precisamos ter a certeza de que o autor está ali, explicando ponto por ponto, palavra por palavra. O desejo do Espírito Santo é te fazer entender a mensagem deste livro: Deus O Pai te ama, e quer te fazer conhecer esse amor!
Ler a Bíblia fará de você um amigo pessoal do autor de todas as coisas, você saberá os segredos dEle, os projetos, promessas, o que esse Deus tanto deseja com homens pecadores.
Ao mesmo tempo que, conhecer as escrituras nos tira da ignorância do saber, ou seja, nos tira da vergonha de servir a um Deus que não sei nada, ou sei pelo que dizem. Ela também tira a arrogância, porque ela poda, limpa, e tira tudo que não presta.
É lendo a Bíblia que podemos realmente experimentar das Palavras Vivas, porque não traz um efeito qualquer para os que se dedicam a leitura, sempre traz mudança. Hebreus 4: 12. Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração.

3º CONSTÂNCIA NO ENVOLVIMENTO DOS TRABALHOS DA IGREJA
Estar presente e cooperar, traz o sentimento de satisfação por fazer parte verdadeiramente do corpo de Cristo. Ser útil, e ajudar pessoas, isso é servir no Reino de Deus, e isso é estar envolvido nos projetos do dono do poder, estando onde Ele sempre opera, na igreja! Esteja sempre pronto a servir, como Jesus fez quando esteve em carne aqui na terra. Mateus 20:28. como o Filho do homem, que não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos.

4º CONSTÂNCIA NA FÉ
Crer, fará toda a diferença. Se posicione como alguém que acredita, e veja coisas grandes, veja o espiritual, veja o que as pessoas comuns não conseguem ver. Hebreus 11:6. Sem fé é impossível agradar a Deus, pois quem dele se aproxima precisa crer que ele existe e que recompensa aqueles que o buscam.

Porque buscar primeiro o Reino de Deus?
Como não amar alguém que cuida tão bem de mim? Alguém quem investe tempo, que atende aos meus pedidos e sempre me surpreende, que está sempre presente quando mais preciso, e quando estou bravo, continua ali, esperando eu atacar.
Jesus é esse amigo, que mesmo não recebendo a gratidão devida, continua cuidando, continua amando. 2 Pedro 3: 18. Antes crescei na graça e conhecimento de nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo. A ele seja dada a glória, assim agora, como no dia da eternidade. Amém.

Hoje fico por aqui, e oro pedindo para que o Espírito Santo lhe ajude a ir além, e a ter constância para ver o manifestar da glória de Deus.

Deus abençoe sua vida,

A graça do Senhor!

Descanse no Senhor!

Descanse no Senhor!

As pessoas estão cansadas e oprimidas e a origem disso pode ter diversos fatores“.

Cansaço é uma das palavras do momento. Da TV ao balcão do comércio – que voltou a atender presencialmente –, de especialistas em entrevistas à população na vida real, ouvimos as pessoas falando de seus medos, perdas e cansaço, que já existiam, mas, foram agravados com a pandemia em que estamos vivendo. E a pergunta é: como lidar com isso?

A teimosia do ser humano nem sempre lhe permite enxergar a melhor opção. Há pouco tempo, a internet, a TV e as livrarias estavam cheias de conteúdo ensinando como ser mais produtivo, influenciar pessoas, promover o engajamento e outras fórmulas para o sucesso. Então, veio o coronavírus e vimos – às vezes, com surpresa – a inutilidade da maior parte dessas ideias em um tempo de crises reais.

Mas, o homem não admitindo sua finitude, faz novas proposições. Desta vez, são receitas para lidar com o caos deixado pelo vírus. Dentre muitas, estão as filosofias humanistas para vencer o cansaço e o esgotamento mental. É um jeitinho da criatura dizer que é autossuficiente e, por isso, não precisa de Deus.

Caros, leitores e leitoras, precisamos pensar de maneira sábia ao buscar respostas para nossas necessidades e dilemas diários. Pois, somente assim, saciaremos nosso corpo com suas necessidades básicas, daremos à nossa alma o descanso verdadeiro e teremos esperança viva para nosso espírito, a saber, uma eternidade com Deus.

  1. Qual a origem do cansaço?

O cansaço físico também pode ser um problema, no entanto, sabemos que é só parar ou mesmo organizar a agenda e tudo se resolve. Aliás, é isso que está sendo vendido pelos especialistas midiáticos, certo? Porém, o problema não para aí. Há algo mais profundo acontecendo à humanidade. As pessoas estão cansadas e oprimidas. A origem disso pode ter diversos fatores, dentre eles, podemos destacar:

  • o acúmulo de problemas desta vida, que podem ser de ordem pessoal, familiar, profissional etc.
  • os pecados do próprio ser humano, que resultam em sentimento de culpa, de vergonha, ressentimentos e outros sentimentos opressores.
  • as perseguições por causa da própria fé em Jesus, que na hora de enfrentá-las, muitas vezes, falta apoio e sobram críticas.

Diante de tais situações, precisamos mergulhar mais fundo. Então, vamos ler Mateus 11.28-30:

Mateus 11.28 – Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei. 29 – Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para a vossa alma. 30 – Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve. (ARA)

O sentido de “cansados e sobrecarregados” deste texto no original é de alguém que carrega literalmente um peso como o faz os animais ou veículos que transportam cargas. Além disso, oprimidos aqui também tem o sentido figurado que pode indicar alguém que está sobrecarregado emocionalmente, afetado por algum tipo de cerimônia, constrangimento ou mesmo ansiedade espiritual. É alguém que se encontra na condição de ter que suportar um grande peso. E nesse sentido, a maioria de nós compreende bem, pois já nos sentimos assim pelo menos uma vez na vida.

  1. O que Jesus oferece ao cansado?

Jesus faz uma oferta generosa aos que se encontram nesse vale de sofrimento: vir a Ele para ser aliviado. As filosofias humanas são cuidados paliativos a quem está nessas condições. O humanismo, alivia superficialmente a dor, mas camufla o mal no interior, ou seja, o pecado e suas consequências. Mas, o Senhor Jesus Cristo, promete alívio, descanso e leveza para aqueles que se chegam a Ele.

  1. Como descansar no Senhor?

A solução para este problema inclui dois verbos de ação, o que significa atitude de nossa parte. Nós temos problemas e Jesus tem a solução. Mas, faz-se necessário uma atitude de nossa parte em resposta ao que Ele nos oferece. Então, vamos aos dois passos:

a) “Tomai sobre vós o meu julgo” – O verbo “tomar” aqui tem o sentido de levantar algo, pôr sobre si e levar a outro lugar. O senhor Jesus nos ensinou que devemos carregar a cruz. Aquele que o segue, de fato, tem responsabilidades e espera-se de tal pessoa um compromisso fiel. Para muitos, isto é o fardo que eles não querem nem tocar, mas é exatamente o primeiro passo para o alívio dos que estão sobrecarregados. Eu sei que parece um paradoxo, mas é tomando o jugo de Cristo que seremos aliviados de nossas cargas geradas pelo pecado, pelos cuidados desta vida e pelas perseguições à nossa fé. Precisamos recebê-Lo e segui-Lo.

b) O segundo passo para o alívio é prosseguir no processo – O Senhor nos chama a aprender com Ele. Isso pode ser um desafio ainda maior para alguns, no entanto, será também a causa de maior satisfação no final dessa jornada. As duas matérias que precisamos cursar aqui é a mansidão e a humildade e não preciso explicar que Jesus é o Mestre por excelência em ambas.

Dito isto, leitores, volto à pergunta inicial: como lidar com tudo isto? O convite de Jesus está aberto. Ele pode aliviar as mais insuportáveis aflições, dar descanso e paz à tua alma. Ele oferece também o seu Espírito Santo como guia para ajudar a enfrentar o pecado, as aflições desta vida e as perseguições à fé no Filho de Deus. Mateus 11.28 – Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei.